MASTOPEXIA ( elevação das mamas)

Mastopexia

As mamas com flacidez, queda, excesso de pele e assimetrias precisam de uma cirurgia mais complexa: a Mastopexia. Esta cirurgia tem por objetivo remodelar o formato, levantar a posição das mamas e aréola e recuperar ou aumentar o volume. A Mastopexia deixa cicatrizes maiores, pois há necessidade de retirada de pele flácida e também de drenos devido ao maior risco de sangramento. É uma cirurgia que pode requerer ou não o uso de próteses de silicone, dependendo do volume mamário existente. O tempo de recuperação e retorno às atividades também é um pouco mais prolongado.

A prótese pode ser colocada em diferentes planos: embaixo da glândula mamária, embaixo da fáscia ( tendão do músculo peitoral) ou embaixo do próprio músculo peitoral em alguns casos. A escolha depende do tipo de mama, se há tecido suficiente ou não para cobrir o implante. Geralmente em mulheres muito magras a escolha pelo plano sub-muscular é a melhor opção.

A maioria das pacientes que fizeram cirurgia bariátrica também tem indicação de mastopexia com próteses devido à grande flacidez e perda de volume sofrida.

O tipo da prótese também depende do formato do tórax, da mama e do desejo da paciente para um resultado específico. Existem atualmente várias configurações de próteses de silicone: redondas, anatômicas, cônicas, com perfis (alturas) diferentes, e texturas externas específicas para permitir uma maior adesão ao tórax e evitar a contratura capsular.

A anestesia pode ser peridural com sedação ou geral, a paciente permanece internada por pelo menos 24 horas.

Em pacientes tabagistas o risco de necrose de pele e argolas é maior, recomendamos a interrupção do hábito antes e após a cirurgia.

Por que é melhor?

  • Recupera o volume, o formato e o contorno das mamas
  • Cirurgia de escolha para mamas flácidas
  • Melhor opção em pacientes após cirurgia bariátrica e gestações

Procedimentos